13 de julho de 2024 6:05 pm

Previdência privada oferece segurança na hora de se aposentar

839525

Com a Reforma da Previdência a expectativa é que mais pessoas passem a contratar planos na previdência privada com o intuito de garantir mais segurança na hora de se aposentarem. É visível que a população já começou a entender que há uma necessidade de formarem sua própria poupança visto que, sozinho, o Estado não será capaz de prover essa necessidade a todos.

Para quem deseja ter uma renda no futuro ou complementar a aposentadoria, a previdência privada é ideal. Porém, é importante ressaltar que o valor investido pode ser usado para realizar outros projetos como compra de imóvel, viagem ou custear uma faculdade, por exemplo.

A principal vantagem em investir na previdência privada é o benefício fiscal. De acordo com a assessora de negócios do Sicoob Central MT/MS, Ludmilla Parra, o abatimento no Imposto de Renda é de até 12% para o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre); no caso do VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) a não incidência do imposto sobre o montante investido o diferencia de outras formas de investimento.

“Pode-se considerar também como vantagem a diversificação de investimentos, seguindo a linha de pensamento de que 'não se deve guardar todos os ovos na mesma cesta'. Uma previdência privada costuma incentivar as pessoas a poupar dinheiro. Então, se você tem essa dificuldade, essa pode ser uma boa opção para desenvolver esse hábito”, comentou Ludmilla.

A assessora afirmou ainda que na previdência privada o investidor é quem escolhe o tipo de tributação que será aplicado. “Existem dois tipos de tributação, a Progressiva – que vai de 0% a 27,5%, e a Regressiva – de 35% a 10%. Essas porcentagens variam de acordo com seu perfil fiscal e/ou tempo que o seu dinheiro fica alocado”, explicou.

Na previdência privada, a idade mínima para se aposentar é de 55 anos, podendo antecipar para 50 anos desde que cumpra dois critérios: 
36 meses de contribuição ininterruptas e 36 meses de veiculação à cooperativa na qual é associado.

Ludmilla ressaltou ainda que atualmente o Sicoob oferece um plano de previdência complementar fechado, o Sicoob Previ – diferenciado e exclusivo para os associados da cooperativa financeira. “O plano comtempla contribuições mensais e a possibilidade de aportes eventuais. Além da possibilidade de contratação da cobertura de risco por invalidez e morte”.

Com taxas menores que o convencional no mercado, o plano de previdência fechado é regulamentado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC) e não possui fins lucrativos, garantindo maior rentabilidade revertido ao investidor.

A ideia é oferecer maior flexibilidade da aplicação dos recursos, podendo o investidor escolher de acordo com a sua realidade financeira. São três perfis de planos disponibilizados atualmente pelo Sicoob Previ que podem gerar retornos muito significativos.

A rentabilidade alcançada por cada plano disponível no Sicoob, no mês de janeiro/2019, foi: Plano Conservador – 103,19%; Plano Moderado – 268,71%; Plano Arrojado 428,47%.

 
Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn

Veja também

Picture of Airton Maia

Airton Maia

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br